Saltar a navegação

Não ó Fátima, isto hoje não está mau.

Ah, mas logo vêm cá deixar o trabalho e querem tudo pronto para quarta-feira e eu já estou a ver as horas a que vou sair daqui, tu estás a compreender?

São quatro, ò Fátima. E eles nem sabem se trazem tudo pronto. E eu sei pra que horas é que isto vai dar.

E tu também, ò Fátima, que tu é que lhes vais levar tudo pronto.

É sempre assim, trazem as coisas à última e depois eu fico cá até sabe-se lá quando.

– Só um momento, faz favor

E se eles vierem só às seis estás a ver como é, é sempre assim, mas tu sabes que eu sou assim. Tu estás a compreender?

Não é como a Alice que chega às seis e põe-se a andar. Tu estás a compreender?

– Diga lá

Anúncios

7 Comments

  1. Está-se a tornar um objectivo de vida: comentar todos os teus posts.

    Parece-me que a Fátima é um pouco preguiçosa…
    Mas acho bem que se imponha face à exploração…
    Ainda assim, não, não percebi, mas a Alice devia ser despedida.

    • Eu gosto de te ver por cá.
      Eu despedia as duas.

  2. permitam-me a antítese, pois sem ela não pode haver dialética: elas todas – fátimas e alices – são insubstituíveis, ou seja, cook, tu podes concerteza arranjar melhor mas igual é que não arranjas com toda a certeza!

  3. touché!
    Porque é que é sempre uma mulher a deitar por terra todas as nossas teorias? – não vale responder que é porque estão erradas. Ainda assim despedia-as à mesma…

    (fica-te tão bem o singelo, cook. Acho que vai pegar…)

  4. eu chamo-lhe cook porque ele – cook – já cometeu a ousadia de me ter chamado lisa, só que lisa é nome e cook é o que estava mais à mão. mais tarde ou mais cedo tinha que haver vingança. mas pois. é realmente singelo. provavelmente até lhe fica a matar!

  5. singelo não é o meu middle name. nem ousado. embora eu gostasse de ambas.
    sempre tive uma pontinha de inveja das pessoas que em vez dos nomes eram conhecidas por um diminutivo ou uma alcunha (desde que mais digna do que jiló!); e até aos quinze quis mudar o nome do meu bi.

  6. presume-se, nesse caso, que não te importas que te chamem cook! Tem sonoridade, termina com uma consoante e vem carregada de simbolismo! E olha, cook,devo dizer que seria incapaz de ter utilizado a palavra se não a tivesse achado um tudo nada singela e outro tanto ousada, mas sobretudo, carregadinha de boa onda!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: