Saltar a navegação

Ó Margarete, já foste ao novo super?

ps: tem muitas tias oxigenadas incapazes de distinguir uma cabeça de aipo de um nabo, mas é o delírio.

Anúncios

7 Comments

  1. que tipo de delírio?! coisas fantásticas?! também ando com vontade de lá ir…

  2. é bonito e tem moços simpáticos a embrulhar o requeijão. E dão-te uma entrada para o portugal dos pequenitos. Tem imensas coisas boas, na verdade. E tem coisas que não encontras noutro lado – e só vale a pena por essas coisas: pelas boas e pelas únicas. Porque não é barato. Mas ai vale mesmo a pena. É um apolónia em ponto pequeno. São pouco ecológicos: embrulham tudo com papel de prata, esferovite, celofane e ainda vai dentro dum saco que tu hás-de pôr dentro doutro saco! I can live with that. Embirrei com a clientela, mas pode ser dos primeiros dias.

  3. não é barato? compara lá o preço do cigala estufado com o preço do continente/modelo… ah pois é!

  4. ok, estou tão emocionada, um post começado por “oh margarete” e eu a milhas do que se seguiria
    ainda pensei na Atwood ou na Thatcher como destinatárias, mas não, era para eu mêma! :’)

  5. resposta ao post: marabilha!

    #1 ainda é mais perto de minha casa do que o Jumbo ou o continente!
    #2 vendem maple syrup e mistura para panquecas* sem preço a preço-delicatessen!
    #3 os funcionários parecem realmente querer atender aos nossos desejos comerciais!
    #4 a apresentação.. ai e os meus olhos a comer tudo!
    #5 o bolo-rei! finalmente um bolo-rei à altura do da minha mami
    #6 a limpeza, toda a apresentação
    #7 os produtos, indeed, é uma lufada de ar fresco 🙂
    #8 os queijos
    #8 ai nossa senhora do coalho e do soro de leite! os queijos, senhores!
    #8 gastava uma boa parte do ordenado em queijos se me desse para passar lá todos os dias…
    #8 enfim, os queijos!

    * eu sei fazê-las, mas é uma espécie de “gosto distorcido de infância” comer das de mistura 😛

    • E olha que eu já pensava que não iria ter resposta.

      – já comi as panquecas com xarope de ácer, evidentemente! Foi das primeiras coisas que trouxe. E o resto da garrafa, gastei-a no fim de semana para fazer uma uma tarte de chocolate e nozes que hei-de aqui pôr se as fotos tiverem ficado com dignidade. Tenho de lá voltar, portanto. Sabes o que lá falta? Nozes pecãs. Não há maneira de se encontrarem nesta terra.

      – Os funcionários são maravilhosos. O que eu já aprendi a falar com o homem do talho.

      – Os queijos. Pois, percebo-te. Já experimentaste o manouri? Óptimo nas saladas. Também me perco com os patés.

      – o bolo-rei não experimentei. Eu era cliente de uma pastelaria na baixa, onde ia religiosamente, até alguma coisa ter acontecido e aquilo se ter tornado banal. Só faltava vir embrulhado em celofane cheio de cabaço verde. Agora tenho-o feito, embora ainda sem resultados à altura.

      – não compro mistura para panquecas que é batota mas comprei lá uma mistura de devil’s food cake. Fiz o bolo num instante com uma bela ganache e framboesas e quando me deram os parabéns não me descosi 🙂

      PS1: o único ponto negativo é o chocolate. é banal, que diabo.
      PS2: e a tua agricultura, como vai?

  6. devias ter vergonha de teres demorado quase 53 dias a responder a esta chamada pessoal!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: