Saltar a navegação

Passei a minha vida toda a dizer “pintelhos” e, tristemente, venho a descobrir, de uma forma crua, que o que devia ter dito era “pentelhos“. Estive duplamente enganado durante todo este tempo!

Bendito sejas, senhor candidato a ministro!

Anúncios

4 Comments

  1. no fundo, acho que era esse o objetivo do senhor.

    • e já não está nada mau! 🙂

  2. Não sei se a culpa é do senhor de cabelos brancos, se das virgens jornalistas que se apressaram a dar risinhos ruborizados. Ai que horror. Viste a cara do entrevistador? Pela cabeça dele só devia passar “ai o furo que eu arranjei”. Cada um é para o que nasce. São jornalistas com grandes responsabilidades editoriais.
    De qualquer maneira, parece-me que é a forma culta de descrever a dita extensão pilosa. Li no expresso, pá. Tu é que és um comuna desnaturado. Se te desses com malta da direita já tinhas percebido como pronunciar isso com pedigree.

    • pois… devia ter tirado o curso no ritz ou no avenida… maldito moçambique que nos pôs pintelhos na cabeça!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: